terça-feira, 28 de outubro de 2014

Duas pescarias, dois começos!

A paz, amados.

15 Assim, após tomarem o desjejum, Jesus questionou a Simão Pedro: “Simão, filho de João, tu me amas mais do que estes outros?” Respondeu ele: “Sim, Senhor, Tu sabes que te amo.” Jesus o encarregou: “Cuida dos meus cordeiros.”
16 Outra vez Jesus lhe perguntou: “Simão, filho de João, tu me amas?” Ele afirmou: “Sim, Senhor, Tu sabes que Te amo.” Jesus lhe confiou: “Pastoreia as minhas ovelhas.”
17 Pela terceira vez Jesus perguntou: “Simão, filho de João, tu me amas?” Pedro ficou angustiado por Jesus haver-lhe perguntado pela terceira vez “tu me amas”, e assegurou-lhe: “Senhor, Tu conheces todas as coisas e sabes que eu Te amo!” Comissionou-o Jesus: “Apascenta as minhas ovelhas.
18 Em verdade, em verdade Eu te afirmo: quando eras mais jovem, tu te vestias a ti mesmo e ias para onde desejavas; mas quando chegares à velhice, estenderás as mãos e outra pessoa te vestirá e te conduzirá para onde tu não queres ir.”
19 Isso falou Jesus, significando o tipo de morte com a qual Pedro iria glorificar a Deus. E assim que terminou de proferir essas palavras, acrescentou: “Segue-me!”

Passei algumas horas nos últimos dias orando para Deus me dar uma mensagem para pregar em uma campanha de milagres, com o tema “Derrubando Gigantes”, em uma de nossas igrejas em uma cidade vizinha a que moro, o problema é que quando a gente fica focado no tema, a gente acaba tirando o foco do verdadeiro inspirador e a aí a tendência de não chegar onde se devia, é muito grande.

Comecei a ler alguns textos no evangelho segundo escreveu João e fui levado pelo Espirito Santo, que os maiores problemas que enfrentamos, os maiores gigantes que confrontamos, nós mesmos que trazemos para nossas vidas. Alguns pela coragem, como Davi desafiou Golias mesmos não sendo um soldado daquele exército de soldados medrosos, outros pela covardia, como foi o caso de Pedro ao negar Jesus.

Talvez até aqui você não tenha achado sentido entre o texto usado e o tema a ser discorrido, mas vamos conhecer um pouco desta história e nofinal desta mensagem, todo e qualquer gigante que você tenha atraído para sua casa, sua família, seus relacionamentos, sua finanças ou sua vida, estarão batendo em retirada. O evangelista João ao escrever o seu evangelho mostra Jesus de uma forma diferente a cada capitulo, veja:

No capítulo 1, ele é o Filho de DEUS;
No capítulo 2, ele é o Filho do Homem;
No capítulo 3, ele é o Mestre divino;
No capítulo 4, ele é o Ganhador de almas;
No capítulo 5, ele é o grande Médico;
No capítulo 6, ele é o Pão da vida;
No capítulo 7, ele é a Água da vida;
No capítulo 8, ele é o Defensor do fraco;
No capítulo 9, ele é a Luz do mundo;
No capítulo 10, ele é o Bom Pastor;
No capítulo 11, ele é o Príncipe da vida;
No capítulo 12, ele é o Rei;
No capítulo 13, ele assume o lugar de um Servo;
No capítulo 14, ele é o Consolador;
No capítulo 15, ele é a Videira verdadeira;
No capítulo 16, ele é o Doador do Espírito;
No capítulo 17, ele é o Grande Intercessor;
No capítulo 18, aparece como o Sofredor Modelo;
No capítulo 19, ele é o Salvador crucificado;
No capítulo 20, ele é o Conquistador da morte;
No capítulo 21, ele é o Restaurador do arrependido;

E hoje Ele é aquele que vai te dar a sua vitória sobre o seu gigante.

Eu não sei qual o gigante que tem confrontado você, eu não sei qual o gigante que tem tirado o seu sono, eu não sei qual o gigante tem afrontado sua família, mas eu tenho uma palavra pra você. Deus está entrando com providências hoje, se fortaleça nEle que Ele te dará vitória e o seu gigante cairá por terra.

Um dia a vida de Pedro parecia ter perdido o sentido, ele resolve dedicar tudo e voltar a fazer o que fazia antes de conhecer a Jesus, ele decide voltar a pescar. Não havia mais um Jesus na sua vida, não havia mais um reino de Deus para ser anunciado por ele, e Pedro resolve então dedicar sua vida a fazer o que fazia de melhor, pescar os peixes do mar da Galiléia.

Aqui hoje, tem pessoas que estão fazendo exatamente isto, passando exatamente por esta fase na sua vida. Eu não sei a que momento da sua vida você negou Jesus, eu não sei a que momento da sua vida você deixou a caminhada, eu não sei a que parte da sua vida você virou as costas para o Mestre de Nazaré, eu não sei qual foi a primeira coisa que você decidiu fazer quando se desviou da verdade, eu não sei hoje você voltou para a mesa do bar, para a vida de jogatina, para a prostituição, mas eu quero te dizer que você está no caminho errado, na contra-mão da vida e mais horas ou menos horas terás um encontro com o Mestre e neste dia terás que prestar conta de tudo o que andas fazendo.

Pedro estava naquela situação porque dias atrás ele havia negado o Mestre e olha que ele havia sido avisado que o negaria, quando Jesus diz a Pedro que ele o negaria, Jesus não estava dizendo que ele simplesmente diria que não o conhecia, não! Jesus estava dizendo o seguinte: “Você negará as vezes que rimos juntos, negará as vezes que passou ao meu lado e viu mortos ressuscitarem, negará as vezes que curei doentes e você mesmo sarou em meu nome. Você negará as vezes em que se recostou ao meu lado para ouvir os meus ensinos, negará o que lhe foi revelado de mim a você, que sou o YeshuaHamaschia‘o Messias, o Filho do Deus Vivo’ e por fim, Pedro, você negará o seu melhor Amigo, o seu Senhor e Mestre.”.

Veja como aconteceu no texto descrito pelo evangelista Lucas no capitulo 19, versículo

54 a seguir conta esta história:
54 - Então, prenderam a Jesus, o levaram e o fizeram entrar na casa do sumo sacerdote. Pedro, entretanto, os seguia à distância.
55 - Mas, quando acenderam um fogo no meio do pátio e se sentaram ao redor dele, Pedro assentou-se com eles.
56 - Uma criada o viu sentado ali à luz do fogo e olhando fixamente em seu rosto o acusou: “Este homem também estava com Ele!”
57 - Contudo, Pedro negou, assegurando-lhe: “Mulher, não o conheço!”
58Pouco depois, um homem também o viu e afirmou: “Tu também és um deles!” Mas Pedro o contradisse: “Homem, eu não sou!”
59 - Então, havendo passado cerca de uma hora, outro homem o identificou: “Com toda a certeza, também este homem, estava com ele, porquanto também é galileu!”
60 - Ao que Pedro exclamou: “Homem, não sei do que estás falando!” E falava ele ainda, quando o galo cantou.
61 - E aconteceu que o Senhor encontrou-se com Pedro e o olhou diretamente nos olhos. Então Pedro se lembrou da palavra que o Senhor lhe havia predito: “Antes que o galo cante hoje, tu me negarás três vezes”.
62 - Então Pedro, retirando-se dali, chorou amargamente. Jesus é humilhado e torturado

Eu não sei se você alguma vez já se atentou para o fator galo desta história, eu sempre me pergunto: O que aquele galo estava fazendo no palácio??? Então, num momento e de forma inesperada, se ouviu um ruído que encheu a noite: era um galo! Onde havia se escondido esse galo? Ora, é comum que os galos cantem pela manhã, anunciando o amanhecer, mas esse galo anunciou a noite mais escura na vida de Pedro.
Daquele dia em diante Pedro não podia mais ver um galo, uma pena, um “franguinho na panela” pois tudo isso lembrava aquele canto que encheu a noite e sua vida de escuridão.

Outro fato interessante acontece naquela noite e me chama atenção, o evangelista João descreve no capítulo 18, versículos 16 e 17, o seguinte:
16 E Pedro estava da parte de fora, à porta. Saiu então o outro discípulo que era conhecido do sumo sacerdote, e falou à porteira, levando Pedro para dentro.
17 Então a porteira disse a Pedro: Não és tu também dos discípulos deste homem? Disse ele: Não sou.

João era conhecido da porteira, por causa da amizade ele entra, mas Pedro não conhecia porteira e fica de fora. João pede pra porteira deixar Pedro entrar e acompanhar o julgamento, ela prontamente atende o amigo e ao ver Pedro entrando vai logo lhe perguntando: “Não és tu também dos discípulos deste homem?”.

Analisei este texto várias vezes e perguntei pra Deus porque que a moça perguntou pra Pedro que ela nem conhecia, mas não perguntou pra João que era amigo dela, se ele era discípulo de Jesus. O espírito Santo de Deus me leva então a entender que aquilo que eu tenho que passar, outro não passa no meu lugar, portanto amado irmão: Aquilo que você tem que passar outro não passará no seu lugar, a prova que é sua é sua, mas em compensação, a sua benção é só sua e ninguém tirará de você!

A partir da morte de Jesus, Pedro desiste de tudo e vai voltar a fazer exatamente o que fazia antes, Pedro volta para o mar da Galiléia e volta a pescar. Nesta pescaria um filme vai passar na cabeça de Pedro, se compararmos com o capitulo 05 do evangelho segundo escreveu Lucas, vamos ver que vai acontecer tudo novamente como foi no começo, quando Jesus o chamou para segui-lo.

Lucas 5 e João 21, nas duas pescarias Pedro fracassa. Nas primeira ele volta sem peixes, encontra uma multidão que testemunha seu fracasso, Jesus entra no barco, ele volta onde fracassou e seu fracasso se torna em vitória, era tanto peixe que foi preciso até outro barco para tirar a rede do mar, foi peixe pra ele e para os amigos. Entenda amado leitor, se Jesus estiver no Barco, se Jesus estiver contigo, a benção é tão grande que até as pessoas que estiverem próximas de você, também serão alcançadas pelas bênçãos.

Na segunda pescaria, João 21, algo vai acontecer diferente, desta vez Jesus não espera Pedro voltar fracassado e surge no momento em que ele ainda está pegando e não pega nada. É como se o Mestre dissesse: Parece que você não entendeu Pedro, quando eu estou no barco tem peixe! Eu não quero sair do seu barco, eu que continue sendo abençoado. A mesma coisa Ele está dizendo pra você amigo leitor, durante esta leitura. Deixe eu aqui no seu barco! Deixe eu te abençoar! Quero deixar uma pergunta pra você: Tem lugar no seu barco para Jesus?

Ao fim da pescaria Jesus chama Pedro para um particular, por três vezes Ele vai repetir a pergunta: “Pedro, tu me amas?”. Confesso que fiquei me perguntando, por que três vezes? Uma só não basta? E deus Bradou no meu coração: “Não, não basta! Diga a meu povo que toda vez que alguém cair, é preciso se levantar e reconhecer o senhorio de Jesus! Para cada queda um reconhecimento.”.

Para a primeira vez que Pedro negou Jesus, o Mestre de Nazaré pergunta: Pedro, tu me amas? Para a segunda negativa, Ele volta a perguntar: Pedro, tu me amas? E para anular a ultima negativa, a mesma pergunta foi feita: Pedro, tu me amas? Para cada resposta: “Sim, Senhor, eu te amo, Tu o sabes!” Uma ordenança: “Apascenta as minhas ovelhas!”.

Pra concluir o encontro de João 21, o mesmo convite que Ele havia feito em Lucas 5: “Vem e segue-me!”. Naquela hora o galo parou de cantar nos ouvidos espirituais de Pedro. Naquela hora o sentimento de fracasso caiu por terra. Naquela hora Pedro voltou a caminhar com Jesus.

Deixe Jesus destruir o seu gigante e volte a caminhar com Cristo hoje!!!

Na paz do Mestre,
Presbítero Cido Silva.
WWW.cidosilva.com.br

Manual do Pregador

7 Passos Pregação Evangélica

Guia do pregador Iniciante

Teatro Evangélico KIT

CRISE, um passo para o seu crescimento espiritual

Vídeo aulas de suporte teatral

Seguidores

Mais lidos