sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Quando você consertar o seu altar

Jz. 6. 25-28 “e aconteceu naquela mesma noite que o Senhor lhe disse: Toma o boi do teu pai, a saber, o segundo boi  de sete anos, e derriba o altar de Baal, que é de teu pai, e corta o bosque que está ao pé dele.
E edifica ao Senhor, teu Deus, um altar no cume deste lugar forte, num lugar conveniente; e toma o segundo boi e oferecerás em holocausto com a lenha que cortares do bosque.
Então Gideão tomou dez homens dentre os seus servos e fez como o Senhor lhe dissera; e sucedeu que, temendo ele a casa do seu pai e os homens daquela cidade, não o fez de dia, mas o fê-lo de noite.
Levantando-se, pois, os homens daquela cidade de madrugada, eis que estava o altar de baal derribado, e o bosque que estava ao pé dele cortado, e o segundo boi oferecido no altar de novo edificado.” 

Introdução
O anjo do Senhor começa uma conversa com Gideão quando este estava malhando o trigo no lagar, lugar de pisar uvas e não na eira que era o lugar adequado para esta tarefa. A conversa com o anjo fica mais séria quando este após receber a oferta de Gideão, lhe dá a árdua missão de restaurar o altar do Senhor Deus dos Exércitos há muito destruído em Israel.

A primeira observação que eu faço neste texto é que o anjo foi taxativo, ele propõe que Gideão destrua o altar de baal, e não é qualquer altar, é o altar que pertence ao seu pai, à sua família, ou seja, o anjo em outras palavras está dizendo: “Gideão, não tem como começar um  trabalho de restauração de fora pra dentro, primeiro você organiza a tua casa, primeiro você restaura o altar da tua família e depois nós vamos conversar a respeito de restaurar a paz em Israel.

É muito comum nos dias de hoje vermos pastores, lideres, missionários que querem mudar o mundo, que querem provocar uma mudança na sociedade em que vivem, mas esquecem do principio de começar pela própria casa. Hoje, enquanto você lê este texto, Deus vai visitar tua família e vai te dar a estratégia para consertar as coisas por lá, para acertar o que está fora do lugar e assim terás credibilidade para promover a mudança da tua rua, do teu bairro e da tua cidade.

Gideão ficou cheio de vontade, mas a coragem não foi suficiente, então ela bola um plano, ele vai de madrugada na companhia de dez servos fiéis. Aqui está a primeira palavra profética de hoje, Deus vai levantar ajuda, pessoas da sua confiança para destruir tudo que está errado em tua casa. Enquanto todos dormiam, eles destruíram o bosque, destruíram o altar de baal, edificaram o altar do Deus de Israel e sacrificaram sobre ele o segundo boi.

Gideão resolveu pagar o preço, Gideão resolveu encarar as circunstancias e obedecer a Deus, pois ele sabia que o seu Deus não o abandonaria, pelo contrário, na sua obediência Deus daria livramento a Israel e os tiraria de sob o jugo dos midianitas,  os inimigos que estavam acampados aos milhares de milhares bem próximo e que brevemente dariam a cartada final na batalha para destruir e varrer Israel da face da terra.

Antes de entrarmos na mensagem propriamente dita, preciso esclarecer que os midianitas não era um povo estranho, mas sim um parente próximo, descendentes de Midiã, filho de Abraão com Quetura. Sabe o que isso significa? Significa que muitas vezes o nosso inimigo não é alguém estranho, alguém de longe, não! Muitas vezes nossos inimigos estão dentro do circulo de convívio social, dentro de nossa família e bem mais próximo do que imaginamos.

Deus colocou esta palavra no meu coração, para compartilhar com você quatro coisas que aconteceram com Gideão e irão acontecer com você se decidires restaurar o seu altar. A primeira coisa que acontecerá é:

01 - Deus te dará livramento (v 31)
Um dos maiores medos de Gideão era que seu pai ou seus empregados o flagrassem quando estivesse destruindo o altar de baal, ele sabia que mesmo sendo filho, a morte seria certa, por este motivo ele vai de madrugada e faz o serviço, a bíblia diz que quando o povo da cidade acordou, um desastre havia acontecido, o bosque e o altar do seu deus estava destruído e no lugar haviam restaurado o altar do Deus de Israel e ainda por cima oferecido um sacrifício sobre ele.

Começa então uma verdadeira investigação policial que culmina com descoberta do culpado: “Gideão, o filho de Joás.”. o povo se arma e vai à casa de Joás, chegando lá apresentam os fatos ao pai e dizem coloque Gideão para fora, vamos mata-lo porque ele destruiu o altar de baal.

O pai então é tocado pelo espirito do Deus de Israel e chega a seguinte conclusão “pra quê que eu quero um deus que não pode me defender, se eu preciso defendê-lo, eu que sou o deus dele e não ele que é o meu deus.”. No meu filho ninguém toca e se alguém tentar defender a baal morrerá à espada hoje mesmo.

O que Gideão mais temia era que seu pai atentasse contra ele e aconteceu exatamente ao contrário, seu pai o defendeu, Deus estava dando livramento do maior perigo que ele enfrentava. Mas ao mesmo tempo ocorre algo interessante, Joás que era uma espécie de sacerdote do baal, se converte, abandona o seu Deus e passa servir o Deus de Israel. Permita-me pronunciar mais uma palavra profética pra você, Deus hoje está te livrando do maior perigo que você tem medo de enfrentar. Além disso, Deus está visitando as pessoas da sua família.

Parece que os problemas vão te sufocar? Parece que Deus não salvará a tua família? Decida restaurar o altar hoje e Deus te dará livramento e salvará a tua família!

02 – Deus fará de você uma referencia (v 34)
O versículo quinze do capitulo seis nos mostra que Gideão era o filho mais novo da família mais pobre, de uma tribo que era dividida ao meio e isso aos olhos humanos era um fator que só o atrapalharia, pois na escalada por uma posição de destaque ele seria o ultimo da fila, mas não se esqueça, nós servimos um deus que gosta do menor, do mesmo preparado, do ultimo da fila! Aleluias!

O texto vai nos mostrar no versículo trinta e quatro do capítulo seis que depois que Gideão restaurou o altar, o Espirito do Senhor se apossou dele e quando ele tocou a buzina, houve um mover muito grande, a começar pelos abiezritas, pelos pertencentes de sua tribo e nas tribos de Aser, Zebulon e Naftali, todos queriam se alistar no exercito comandado pelo agora general Gideão, ao ponto que ele reuniu trinta e dois mil soldados armados e preparados para a guerra.

Mais uma vez eu quero profetizar sobre a vida: “Chegou o tempo de se tornar liderança, Deus hoje está colocando você como referencia, você será referencia profissional, você será referencia nos negócios, você será referencia na família, você será referencia no seu ministério e partir de hoje será normal os irmãos, pregadores lideres e muitas pessoas contarem o teu testemunho nas igrejas. Deus está fazendo o teu nome se tornar conhecido hoje!”.

Achava que você ia morrer no anonimato? Decida restaurar o altar e Deus fará você se tornar uma referencia e todos os setores da tua vida!

03 – Deus te dará a estratégia (7. 1-20)
O texto bíblico, no capítulo sete, versículo 12, aponta que os midianitas, amalequitas e filhos do oriente que estavam acampados no vale eram incontáveis, mas para tentar explicar seu numero o escrito diz que eram como gafanhotos em multidão e que seus camelos eram como a areia que há na praia do mar.

Os trinta e dois mil soldados do exercito de Gideão não era um inimigo páreo para este forte e cruel exercito, humanamente falando era impossível vence-lo com apenas trinta e dois mil homens, mas é neste momento que Deus entra em cena. Sem querer ser abusado, tenho mais uma palavra profética pra você: “Seja qual for o problema que está te amedrontando, Deus está entrando em cena hoje!”.

Deus então traça a primeira estratégia, ele pede que Gideão apregoe entre o povo que quem estiver com medo volte pra casa, no mesmo instante dez mil de seus soldados arriam as armas e partem pra suas cidades, desfalcando ainda mais o seu pequeno exercito. O que parece uma complicação para Gideão é apenas um agir de Deus para lhe assegurar a vitória. Essa complicação que você está enfrentando hoje meu irmão, não é outra coisa senão Deus agindo para garantir a tua vitória!

Permita-lhe explicar a revelação que o Espirito Santo me deu sobre esta debandada. No episódio da torre de babel o próprio Deus concluiu que se aquele povo permanecesse unido, ninguém conseguiria impedir que eles alcançassem o seu objetivo que era de construir uma torre que chegasse ao céu. A situação se repete aqui e Deus está dizendo, enquanto estes soldados permanecerem unidos será difícil para Gideão derrota-los. Aos dispersar os soldados de Gideão, Deus está criando uma estratégia, tirar o exército inimigo de seu acampamento e deixa-lo em desvantagem para ser atacados em uma espécie de guerrilha até a exaustão.

Deus olha para Gideão e os dez mil que restaram e conclui que é muita gente para realizar a tarefa de desentocar o inimigo. Então é realizada a prova de beber a água no rio, não vu me ater a este acontecimento, pois só ele daria várias mensagens e eu preciso concluir esta que Deus colocou ao meu coração. Depois do teste, apenas trezentos homens formavam a companhia de Gideão, os demais voltaram pra casa, mas permaneceram prontos para a guerra. Deus realiza a primeira estratégia, deixar apenas trezentos soldados, para se aproximar silenciosos do inimigo que dormia e assusta-los para se tornarem presas fáceis para Israel.

A segunda estratégia Deus deixa por conta de Gideão, ele arma seus soldados com um cântaro, uma tocha e uma buzina, vamos entender, a tocha estava acesa dento do cântaro, de forma que não podia ser avistada na escuridão da noite, desta forma os soldados divididos agora em três pelotões de cem homens cada, aproximam-se guardados pela escuridão da noite, e se colocam em pontos estratégicos.

A terceira estratégia é a mais complicada e perigosa, bem próximo do imenso exercito acampado no vale os soldados de Gideão quebram o cântaro e de repente o exercito amalequita acorda assustado e cercado por um inimigo que parece lhe ser superior em numero. Para finalizar o ato, cada soldado de Gideão toca a buzina e grita: “Espada do Senhor e de Gideão!”. O exercito inimigo sem entender o que está acontecendo fica perdido e comete o pior erro de suas vidas.

Deus hoje está te dando uma estratégia, se uma for pouca Ele te dará duas, te dará três, te dará quantas você precisar, mas você vencerá este inimigo! O senhor da Guerra e dos exércitos está em teu favor querido, creia nisso e entregue esta peleja nas mãos dEle, a vitória já está decretada, essa estratégia é só para que o nome dEle seja glorificado.

Achou que a batalha estava perdida? Decida restaurar o teu altar hoje e Deus lhe dará todas as estratégias que você precisar para alcançar a tua vitória.

04 – Deus te dará a vitória! (v22)
Quando Gideão tocou a buzina, quando os cântaros se quebraram, quando as tochas apareceram iluminando a escuridão e os soldados soltaram um brado de guerra, o exercito inimigo acordou assustado achando que um inimigo maior que o deles esta atacando o acampamento, traídos pelo barulho e pela escuridão começaram a se matar entre si, “O Senhor tomou a espada de um contra o outro, isso em todo o arraial. Jz. 7.22”. Amedrontados, assustados, dizimados e com a moral lá em baixo eles começam a fugir sem ter rumo certo. Permita ser um profeta de Deus para tua vida hoje: “Deus vai confundir teus inimigos, Deus vai destruir teus inimigos, Deus vai derrotar teus inimigos!”. Aleluias!

Então aqui entra em cena a primeira estratégia, a estratégia de Deus, o Senhor dos exércitos, os soldados que foram dispensados partem de onde estão e cercam o inimigo em fuga, cortando-lhe o caminho, montando emboscada em cada fonte de água, em cada travessia de rio, de forma que quando os fugitivos chegavam àqueles pontos eram facilmente derrotados e mortos. Eu já vejo os teus inimigos fugindo em disparada, perdidos e sendo destruídos durante sua fuga pelo Deus da Gerra. Aleluias!

Por onde os inimigos tentassem fugir, eles encontravam a espade de Gideão e de seus soldados.

Achou que seu inimigo era mais forte que você? Decida hoje restaurar o seu altar e Deus destruirá todos os teus inimigos!

Conclusão
Eu quero encerrar esta mensagem que Deus colocou em meu coração para eu partilhar com você, lhe dando a oportunidade de restaurar o teu altar. Quando você restaurar o teu altar por completo, Deus te dará livramento, Deus te colocará como referencia em todos os setores da tua vida, Deus te dará quantas estratégias forem necessárias para ser um vencedor e por fim, Deus te fará um vencedor.

Restaure o teu altar agora e viva o melhor que Deus tem para sua família, para suas finanças, para seu ministério e para sua vida. Onde você estiver, abaixe sua cabeça e faça uma oração de entrega, restaurando seu altar e colocando Deus como seu senhor absoluto e prepare para viver a tua melhor colheita.

Manual do Pregador

7 Passos Pregação Evangélica

Guia do pregador Iniciante

Teatro Evangélico KIT

CRISE, um passo para o seu crescimento espiritual

Vídeo aulas de suporte teatral

Seguidores

Mais lidos